21 de agosto de 2014


Preparando um lugar


Durante o período de noivado, o noivo preparava um quarto para a lua de mel. Esse quarto costumava ser construído na casa do pai do noivo. A câmara nupcial, como era chamada, tinha de ser um belo lugar para se levar a noiva. A noiva e o noivo passariam sete dias lá. O quarto tinha de ser construído de acordo com as especificações dadas pelo pai do noivo. 

O rapaz só poderia se encontrar com a noiva quando o seu pai lhe permitisse. Se alguém perguntasse ao noivo quando seria o casamento, ele dizia: “Não cabe a mim saber; só o meu pai sabe.”

Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai. Mateus 24.36

A PARTE QUE JESUS CUMPRIU:

Preparando um lugar


Assim como o noivo dizia à sua noiva que iria preparar um lugar para ela, Jesus disse aos Seus discípulos:

Na casa de Meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, Eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. E, se Eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para Mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também. João 14.2-3.

No Antigo Israel, o noivo só poderia tomar a noiva com o consentimento de seu pai. Da mesma forma, Jesus disse: 

Mas, daquele Dia e hora, ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai. Olhai, vigiai e orai, porque não sabeis quando chegará o tempo. Marcos 13.32-33.

Acompanhe as mensagens anteriores desta série:


0 comentários:

Postar um comentário

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!