28 de março de 2014


Uma vida sexual ativa e saudável é o principal ingrediente da fórmula para um casamento feliz, realizado e duradouro, não é, porém, o que temos visto ultimamente, muito pelo contrário, o que mais se veem são casais frustrados e casamentos destruídos e dentre tantos outros problemas, com certeza está a insatisfação sexual.

A falta de diálogo entre o casal somada às informações falsas sobre sexo que circulam diariamente 24 horas por dia na televisão, em filmes, revistas masculinas e femininas e nas músicas, contribui demasiadamente para a frustração e insatisfação sexual do casal.

Muitos aderem a filmes pornográficos para assistirem juntos, outros apelam para os famosos brinquedos eróticos, há ainda aqueles preferem a pia, o fogão, ao invés da cama, enfim inventam de tudo e acham que vale tudo para ter um sexo maravilhoso.

O que a maioria não sabe é que o órgão estimulador do sexo não é o pênis e/ou a vagina, mas uma glândula em nosso cérebro chamada hipófise que é responsável pelo estímulo sexual. Ou seja, antes mesmo do seu órgão genital entrar em ação, o tesão, a excitação já havia começado na mente.

Concluímos: A satisfação sexual não está em amarrar o parceiro em algemas na cama, usar fantasia de coelhinha, pole dancing e muito menos em assistir pornografia juntos, mas o companheirismo, o respeito, a confiança, dedicação e o amor é que fazem um clima gostoso para uma noite de sexo transcendental.

Na fé, Sempre!
Pastor Régis Castro
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!