20 de fevereiro de 2014


Muitos são aqueles que têm abandonado a genuína fé cristã, pessoas que outrora eram usadas por Deus, evangelizavam e eram fieis nos seus dízimos, ofertas, matrimônio e em seu caráter, eram verdadeiras tochas acesas dispostas a levar luz aos que se encontram nas trevas, contudo, hoje não passam de brasas apagadas.

Por que estas pessoas naufragam na fé e não perseveram?


É simples e de fácil compreensão! A fé é como um fogo, capaz de devorar e tornar em cinzas tudo por onde quer que passe, a fé é esse fogo que destrói toda dúvida, pensamento negativo e todos os obstáculos que se ponham em seu caminho, todavia, tal qual o fogo, a fé precisa de manutenção.

O fogo onde não põem lenha, não é consistente e apaga-se facilmente, porém quando há lenha rapidamente aumenta e aquece a todos que se encontram em volta. Assim também é a fé, se não há lenha, ou seja, se não há manutenção por meio da oração, da leitura diária da Palavra de Deus, do evangelismo, da frequência nas reuniões da Igreja, especialmente as de libertação e fortalecimento espiritual, por meio do jejum e do sacrifício, a fé se torna acomodada, daí começam a vir as dúvidas, o medo, a fraqueza espiritual e por fim a queda.

A fé é o bem mais precioso que uma pessoa pode possuir, ela é a ferramenta que Deus nos dá para vencermos todo o mal, sem ela é impossível agradar a Deus, portanto, deve ser guardada, protegida, como se fosse a menina dos seus olhos, como se fosse um cristal de esmerado valor.

Pois sua vida depende da sua fé e sua fé depende da lenha que você da a ela.

Na fé, Sempre!
Pastor Régis Castro
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!