11 de janeiro de 2014


“Este é o dever de que te encarrego, ó filho Timóteo, segundo as profecias de que antecipadamente foste objeto: combate, firmado nelas o bom combate, mantendo a fé e boa consciência, por quanto alguns, tendo rejeitado a boa consciência, vieram a naufragar na fé.” 1Timóteo: 1, 18-19.

Se você é uma pessoa desejosa da sua salvação eterna deve atentar bem para os versículos acima, primeiro por que é através do exercício da fé que mantemos a nossa salvação e segundo, por que nossa consciência opera como defensora da fé, uma vez negligenciada, a fé se torna inoperante.

A que podemos comparar nossa consciência?


Podemos compará-la, a febre, que atua no corpo humano como sinal de alerta, indicando que virá, por exemplo, uma virose. Assim é a nossa consciência quando realizamos algo errado ela logo trata de nos acusar, cabe então a nós, ouvir a voz da consciência e nos arrependermos e pedir perdão a Deus.

Satanás, em toda a sua sagacidade tem tido total domínio sob a vida de muitas pessoas por que estas não obedecem à voz da sua consciência, antes, mesmo sendo golpeados pela acusação de seus atos pecaminosos continuam a realizá-los, e o perigo de tudo isso é sua mente tornar-se insensível a voz do Espírito Santo, ou seja, você a ouve, mas não a obedece, aí vem o naufrágio na fé.

Diante de todos os ataques satânicos morais e físicos que nos assolam diariamente pela televisão, rádio músicas e até andando pelas ruas em nosso cotidiano, a nossa glória estar, mesmo diante de um mundo tão corrupto conseguirmos manter a nossa boa consciência para com Deus.

“Por que a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que, com santidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria humana, mas, na graça divina, temos vivido no mundo e mais especialmente para convosco.” 2Coríntios: 1-12.

Na fé, Sempre!
Pastor Régis Castro
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!