2 de abril de 2018


Muitos, na ânsia de obter sucesso em curto prazo, quase imediato, enveredam por caminhos escusos e desonestos, são os imediatistas, que ignoram a ordem natural das coisas, o tempo de plantar e o tempo de colher, e nesse meio tempo, deve-se ter cuidado com as ervas daninhas e insetos pra que estes não venham comprometer a plantação e a colheita, esta é a ordem natural ignorada por aqueles que almejam o sucesso pra ontem, a qualquer custo.

E eles até conseguem muito dinheiro, os negócios realmente vão bem, mas não alcançam sucesso, porque sucesso não está nos números impressionantes da conta bancária, isso é consequência, o sucesso está na jornada que o levou ao topo.

O sucesso está em quantas vezes você FRACASSOU, mas não DESISTIU;

Em quantas vezes ACERTOU, mas não se ACOMODOU;

Em quantas vezes você realmente desanimado pensou em DESISTIR, mas CONTINUOU;

E por vezes, sem credibilidade e desacreditado por todos, continuou acreditando que era capaz e que seria possível. 

Sucesso está em quantas vezes teve a oportunidade de ajudar outras pessoas a obterem sucesso, e AJUDOU;

E por fim, sucesso tem a ver com quantas vezes você aplaudiu, mais do que fora aplaudido.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

26 de março de 2018


Não há, nunca houve e nunca haverá limites para a fé, fé é um poder sobrenatural e por meio deste podemos conquistar o que quisermos, porém, é bom que se diga, fé não é um sentimento, não é acreditar, e NÃO É religião, não tem absolutamente nada a ver com estas coisas, fé é um dom de Deus que é dado àqueles que creem na Sua palavra com humildade e com perseverança a colocam em prática, a estes é dado o dom da fé.

Todos aqueles que fazem uso consciente e inteligente deste poder, conquistam o que quiser, haja vista, o que disse o Senhor Jesus Cristo: 

Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada lhes será impossível. Mateus 17.20

Deste modo, por meio do nosso mérito pessoal não temos merecimento algum, mas por meio da crença incondicional na Palavra de Deus, por meio do uso da fé, por que também está escrito – Mas o meu justo viverá pela fé. Hebreus 10.38 – nos tornamos merecedores de uma vida extraordinária.

Por tanto, não imponha limites a si mesmo, você é merecedor! Você merece viver seus sonhos, viver um grande amor, amar e ser amado, merece uma saúde de ferro, uma família bendita, sucesso financeiro e tudo o mais que esta vida pode lhe proporcionar de bom. 

É claro que a fé não é um botão automático que acionamos quando queremos, ela também implica responsabilidades, o seu uso inteligente e consciente exige que façamos a nossa parte para que então, Deus possa fazer a d’Ele.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

8 de março de 2017


Já falamos repetidas vezes que apenas o fato de você vir à Igreja não faz de você um cristão e muito menos ainda garante a salvação eterna da sua alma, isso é provado quando se olha para a vida das pessoas que estão na Igreja, enquanto uns progridem, avançam à medida que se entregam a Deus, outros permanecem no marco zero.

Enquanto aqueles progridem, vêem a sua vida transformando-se paulatinamente à medida que se entregam a Deus – Porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo – Lucas 6.38. Aqueles outros permanecem há anos na Igreja, e há anos, a vida é a mesma, são os mesmos fofoqueiros, com maus olhos, murmuradores, definhando de problema em problema, culpando sempre os outros, nunca nasceram de novo, apenas enganam a si mesmos achando que apenas vir a Igreja garante-lhes o acesso ao Reino de Deus.

E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.
Jeremias 29.13


Para você ter um encontro com Deus e nascer de novo, você precisa buscá-lo, mas essa busca não pode ser desleixada, quando der certo, quando tiver um tempinho de sobra, não, você deve buscá-lo de todo o coração, se quiser encontrá-lo, do contrário, você será apenas mais um dentro da Igreja somando aos muitos que apenas vem a Igreja, mas nunca tiveram um encontro com o Senhor da Igreja.

Você pode perguntar, mas como buscá-lo de todo o coração? Buscar a Deus de todo o coração significa tomar a decisão de colocá-lo como prioridade em sua vida, o número 1 em seu coração, o primeiro em seus planos, significa que Deus será a pessoa mais importante para você, acima dos pais, filhos, amigos, carreira ou cônjuge, enfim, acima de todas as coisas. 

O seu prazer é fazer a Sua vontade, por isso mesmo, você ama, perdoa, guarda o coração dos sentimentos maléficos como rancor e mágoa, abandona a vida promíscua e se mantêm longe de todo o pecado, é fiel nos seus dízimos e ofertas, busca-O por meio da meditação na Sua palavra, no louvor e na oração, em tudo dá graças, mas jamais aceita e se conforma em viver uma vida medíocre, já que o Senhor diz – Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância – João 10.10.

Dessa forma, Serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei mudar a vossa sorte. Jeremias 29.14

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

24 de fevereiro de 2017


Certamente, o sonho de todos os apaixonados é o “viveram felizes para sempre” como os finais felizes dos filmes da Disney, mas na vida real o roteiro é bem diferente e os relacionamentos não trazem consigo manual de instruções, desse modo, o tão sonhado “felizes para sempre” para alguns parece desafiador e para outros tantos se torna impossível, espelho disso é o dado nacional mais recente do IBGE, de 2015, onde o número de divórcios ao ano no Brasil cresceu 160% em 10 anos, de 130,5 mil, em 2004, para 341,1 mil em 2014.

Casais que no altar, diante de amigos e familiares trocaram alianças e votos de amor e fidelidade agora trocam agressões verbais, físicas e traições! O que houve? O amor acabou? Impossível! O amor jamais acaba.

O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Coríntios 13.7

Relacionamentos, casamentos, são como os alimentos que se preparam todos os dias, não podem faltar, nosso organismo precisa dos alimentos e seus nutrientes para manter-se sadio, do contrário, enfraquecemos e adoecemos, e o prato principal, é claro, é sempre o amor, este como qualquer alimento, necessita de ingredientes, pois são estes que lhe dão sabor e sustância.

O amor jamais acaba, o que acaba são os atos de gentileza, a admiração, os abraços inesperados, a compreensão, o respeito recíproco, o cuidado, o zelo pelo outro, o diálogo, a paciência e a confiança, são estes os ingredientes que formam o amor que alimenta um relacionamento e o torna forte, sadio e duradouro. Adicione-os ao seu relacionamento e sejam felizes para sempre.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

15 de agosto de 2016


Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa. Atos 16.31

Quando você crer no Senhor Jesus, isto é, O aceita como único Senhor e Salvador da sua alma, é batizado nas águas, no Espírito Santo, anda na prática da sua palavra e tem absoluta convicção da salvação eterna, a vontade de Deus é levar salvação a toda sua família, ao marido, esposa e filhos, porém, esta salvação não vem de modo automático, não é por que você creu em Jesus que automaticamente sua família também crerá, haja visto inúmeros casos de pais cristãos e filhos entregues às paixões mundanas.

Para que a promessa de Deus se cumpra em si e na sua família, Deus precisa de um aliado, um servo a quem possa usar, Deus deseja fazê-lo sábio para então glorificá-lo nesse mundo e ganhar almas para o Seu Reino.

Para isso, a mudança de hábitos e atitudes é essencial para que todos vejam o poder transformador de Deus, não precisa ficar repetindo versículos bíblicos a toda hora com a intenção de convertê-los a força, basta viver a Palavra de Deus e então será impossível não notar a transformação que Deus pode e quer fazer em todos aqueles que se submetem a Ele.

Maridos

Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações. 1 Pedro 3.7

Esposas

Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus maridos, a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de sua mulher, observando a conduta honesta e respeitosa de vocês. 1 Pedro 3.1-2

A mulher exemplar é a coroa do seu marido, mas a de comportamento vergonhoso é como câncer em seus ossos. Provérbios 12.4

Filhos

Filhos, obedeçam a seus pais em tudo, pois isso agrada ao Senhor. Colossenses 3.20

Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor. Efésios 6.4

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

11 de junho de 2016


A depressão é uma perturbação do humor caracterizada por uma série de sintomas que incluem, sensação constante de tristeza, ansiedade e vazio, alterações do sono, diminuição de interesse pela realização de tarefas, perda de apetite, perda da memória e concentração, dificuldade em tomar decisões e desejo de suicídio ou morte.

Estima-se que 121 milhões de pessoas no mundo inteiro sofram com depressão. Só no Brasil são 17 milhões, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ainda segundo dados da OMS, de cada 100 pessoas com depressão, 15 cometem suicídio.  A depressão não escolhe cor, sexo ou classe social, ricos, pobres, famosos e anônimos sofrem com a doença, que é considerada o mal do século.

Tentar curar a depressão com terapia, grupos de apoio e medicação, pode ser muito útil e trará alguns resultados positivos, porém não definitivamente, a única maneira eficaz de curar definitivamente a depressão – e sim, isso é absolutamente possível – é por meio do uso da fé no Senhor Jesus Cristo.

A depressão é encarada e tratada como uma doença física, porém a sua raiz é definitivamente demoníaca, existem espíritos malignos causadores da depressão e estes não obedecem a leis físicas, a única forma de obter êxito sobre eles, é usando a fé, como a principal ferramenta nos deixada pelo Senhor Jesus Cristo para vencermos todo o mal, incluindo a depressão.

Para isso, entretanto, não basta frequentar uma denominação evangélica, não basta simplesmente ler a bíblia e cantar louvores, a pessoa que sofre com depressão tem que receber a oração forte de libertação, e passar por todo um processo de libertação que inclui, aconselhamento, orientação e encorajamento, só assim, a pessoa será completamente curada da depressão, após o espírito causador da doença, ser completamente expulso da sua vida.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

25 de janeiro de 2016


Porque, como imagina em sua alma, assim ele é; Provérbios 23.7

Basta fitarmos o céu para constatarmos que o universo é infinito como infinito é o poder de Deus, visto que tudo foi feito pela autoridade da Sua palavra, assim também é a visão de Deus para nossa vida, Ele deseja nos abençoar infinitamente, como Ele mesmo diz:

(...) e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida. Malaquias 3.10

Ora, se a visão do Altíssimo e o Seu poder são infinitos e se a Sua vontade é nos engrandecer da mesma forma, por que não usufruímos da vida abundantemente prometida pelo Senhor Jesus Cristo? Por que em contrapartida ao seu poder e visão ilimitados, a nossa é limitada e medíocre, dessa forma não se pode esperar grandes coisas de Deus se a nossa visão só espera coisinhas.

Para vivermos as promessas de Deus temos que viver a fé sobrenatural, pois é a fé a certeza das coisas que visamos, a fé sobrenatural crê no extraordinário, não é limitada, muito menos ainda acomodada, não precisa sentir por que crê no que está escrito na Palavra de Deus, jamais desanima ou desiste, mas, sobretudo persevera, a fé sobrenatural nos dá a visão de coisas grandiosas, coisas essas que só podem ser alcançadas por meio do uso da fé.

A imaginação é a visão da fé sobrenatural, com a nossa imaginação aguçada pela visão de coisas extraordinárias, imaginamos tudo aquilo que sonhamos, a partir daí usamos toda a nossa fé para alcançarmos aquilo que projetamos em nossa mente, e certamente, o arquiteto soberano deste infinito universo honrará a sua fé, pois tudo quanto o homem faz pela fé, travestido de sinceridade e humildade, Deus honra.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

24 de dezembro de 2015


A bíblia não traz muitas referências acerca do nascimento do Senhor Jesus Cristo, senão aquilo que está escrito nos evangelhos, também o Senhor Jesus nunca falou do seu nascimento, pelo contrário, o Senhor Jesus sempre falou e enalteceu a sua morte e ressurreição.

Isso deixa evidente que o seu nascimento também tem sua importância, como bem escreveu o profeta Isaías, dizendo: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz - Isaías 9.6 - Porém, nada pode ser mais ou tão importante quanto o Seu sacrifício vicário, quanto a sua morte e a sua ressurreição.

No novo testamento também não encontramos nenhuma exortação de Deus ou dos apóstolos que nos motive a celebrar o natal, a Igreja primitiva do tempo dos apóstolos também nunca celebrou o natal, visto que o natal é uma festa incrédula, pagã e demoníaca, aliás, primeiramente essa festa era chamada de “Natalis Solis Invicti” (Nascimento do Sol Invencível) e era comemorada no dia 25, somente depois dos anos 300 depois de Cristo, com o Imperador Constantino declarando-se cristão é que surge o natal como sacralização de uma festa que já era realizada pelas religiões pagãs.

Porém o fato de não ser o natal uma festa cristã, e também não sabermos a data exata do nascimento de Jesus, não devemos desconsiderar tal data, mas ao invés de celebrar o nascimento do Senhor Jesus Cristo, devemos meditar sobre o que ele Fez. 

Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53.3-5

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

7 de dezembro de 2015


Os discípulos do Senhor Jesus foram constrangidos por fariseus e escribas quando tocaram na refeição sem antes lavar as mãos, isso não era uma exigência da lei, tratava-se de uma tradição observada pelos anciãos, não era importante, também nos nossos dias nos parece higiênico lavar as mãos antes das refeições, mas o Senhor aproveitou esta oportunidade para exortá-los acerca do que verdadeiramente contamina o homem.

Não é o que entra pela boca que contamina o homem; mas o que sai da boca, isso é o que o contamina. Mateus 15.11

O comer sem lavar as mãos jamais vai nos contaminar espiritualmente, porém devemos ter cuidados redobrados com aquilo que sai da nossa boca, pois isso definitivamente vai nos corromper fisicamente e nos contaminar espiritualmente, uma vez que tudo aquilo que sai da nossa boca é uma prova incontestável daquilo que está no nosso coração.

Ora, se da sua boca saem palavras negativas, maldizentes e confissões de fracasso, esse é o estado em que se encontra seu coração. Se da sua boca saem fofocas, murmuração e palavrões é isso que está no seu coração. Se a sua boca fala com prazer das promiscuidades e paixões desenfreadas do mundo, é por que é isso que está no seu coração.

E todas essas palavras quando pronunciadas são como um vírus que nos contamina, de modo que terminamos praticando tudo aquilo que pronunciamos.

A contaminação acontece num processo de 4 passos: 1º Vem os maus pensamentos – Esses maus pensamentos quando repelidos em o Nome do Senhor Jesus, são arrancados da nossa mente, porém quando alimentados, facilmente se infiltram e descem para o nosso coração. 2º Descem para o coração – Quando todos aqueles maus pensamentos alojam-se em nosso coração, invadem todo o nosso ser, e já não saem dos nossos pensamentos. 3º São manifestos por meio da nossa boca – Nossa boca sempre fala aquilo que trazemos dentro do coração. E, 4º Automaticamente faremos tudo aquilo que falamos – Esse é o processo da contaminação que acontece como em efeito dominó, e termina nos fracassos, dores, promiscuidade e maldições confessadas pela boca.

Daí a razão pela qual devemos ter tanto cuidado com a nossa boca, pois o que sai dela é o que nos contamina.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro

4 de dezembro de 2015


Uma coisa é peculiar a todos que de livre e espontânea vontade se propõem a seguir e servir ao Senhor Jesus em espírito e em verdade; todos temos inimigos, e isso é muito comum, o Senhor Jesus teve inimigos, os Apóstolos enfrentaram horríveis perseguições por parte dos seus inimigos e da mesma forma sofreram os cristãos da Igreja Primitiva, ora, mais por que temos inimigos, se o que fazemos e queremos é levar a todos a verdade que liberta e salva?

É aí que está o problema, nós não queremos fazer inimigos, não queremos ter inimigos, mas alguns se fazem nossos inimigos, por que na verdade são inimigos da verdade que pregamos, pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração, Hebreus 4.12. 

A palavra de Deus toca nas feridas de muitas pessoas, de modo que alguns reagirão com arrependimento e outros com rebelião, perseguição e calúnias, assim se fazem nossos inimigos por causa simplesmente da verdade que pregamos.

Tornei-me, porventura, vosso inimigo, por vos dizer a verdade? Gálatas 4.16

Não são nossos inimigos propriamente, são inimigos da nossa conduta e da nossa fé, essa é a razão pela qual o Senhor Jesus nos ordenou que amássemos aos nossos inimigos, por que é cego o seu entendimento para compreender as coisas concernentes ao Reino de Deus e carecem da Salvação tanto quanto nós.

Na fé. Sempre!
Pastor Régis Castro
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!